quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

TEMPO DOS HOMENS TEMPO DE DEUS


O pensamento racional grego distinguia no conceito de tempo: "krónos" e "kairós"; é o fluxo quantitativo dos momentos cósmicos (estações) e históricos (eventos) medidos pelo cronômetro. Kairós é o momento oportuno qualitativo; é ocasião favorável; é a chaence de ser aproveitada iluminando a distinção com visão cristã nós dizemos: "Krónos" é o tempo dos homens e Kairós é o tempo de Deus. Tudo depende do tempo cronológico; um trabalho, uma viagem, a cura de uma doença, a vida toda. Aí o salmista alerta: "nossos anos de vida são 70. Para os mais robustos 80" (Sl 90, 10). A vida é um prazo de tempo mas não se identifica com ele. Passa por ele e vai além dele. Logo, viver spó para o mundo é esvaziar-se de sentifdo de uso de tempo. Deus, origem e fim da vida, está fora do tempo. Ele é eterno. É transcedental ao que é temporário. Quis, porém, fazer história conosoco na criação. Criou o homem no tempo em Cristo o redimiu para que ele seja o autor de si. As primeiras palavras de Jesus no evangelho de Marcos anunciam o tempo de Deus: "completou o tempo, o reino de Deus está próximo de vós." (Mc1, 15); é o tempo messiânico. A hora da graça a chance da salvação. São Paulo entende e rupção do divino no humano assim: "Quando chegou a plenitude dos tempos, Deus enviou o seu filho nascido de uma mulher... a fim de recebermos a adoção filial." (Gl4, 4). O dinheiro-símbolo do tempo dos homens-torna-se facilemente veículo de ambição e corrupção.
A graça - o Kairós de Deus - prserva a vida em dignidade. No mundo globalizado, cada vez mais técnico e materialista, ter sucesso é imperativo social. Realizar os desejos pessoais ao máximo e no mesmo tempo o mais breve possível. Ganhar dinheiro!
A comunicação televisiva projetam figurinos que encantam e seduzem. Princípios e valores éticos são trocados pela febre de consumo, da ambição, e pela disputa de vaidades. Esse esquema tem contaminado a prática religiosa. Muda-se de religião, culto e igreja conforme a chamariz, o impacto emocional. Ele é mais um ítem na puta de consumo imediato.
Alcançar graças é sinônimo de resolver problemas. É o que importa. Não viver em graça! // Aí a quantia do donativo é o critério da ggraça maior ou menor. Não pode estar nisso o tempo de Deus. A conversão para a sua justiça. Santificamos a vida e usamos o tempo no sentido de graça dizendo sim à eternidade divina. Nosso tempo é muito precioso para ser perdido!
Coloquemos em Deus anseios e esperanças de mais um ano. Saber discernir o sinal do eterno no que passae procurar os tesouros do Céu ocultos nas coisas terrenas é questão de viver na fé.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, em breve será respondido.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.