sexta-feira, 8 de abril de 2011

OS EXERCÍCIOS DE PIEDADE CRISTÃ - E o Por que das Procissões?

Neste tempo, em especial na Quaresma é muito comum a prática dos exercícios de piedade. São vários os exercícios de piedade que a Igreja coloca, de forma especial para que possamos meditar e viver de forma mais intensa o momento da Quaresma.

Mas se engana que eles podem substituir a Missa, eles são apenas um complemento a mais. Não é obrigatório nem é pecado, por exemplo, a um cristão católico praticante não participar de uma procissão, mas é pecado se o católico participa da procissão e não participa da missa. Pois assim ele peca contra o primeiro Mandamento da Igreja que é: "participar das missas aos domingos e nos dias santos em que se estabelece a Santa Madre Igreja." 

Mas associados com Missa é uma forma de viver mais intensamente a Oração. Os exercícios de piedade cristã mais comuns são:
  1. As procissões e caminhadas  - participar de uma procissão, seja ela um momento de você meditar sobre sua vida, sobre a vida daquele santo(a), ou mesmo do próprio Jesus Sacramentado. Rezar e também meditar como deveria ser diferente se a minha vida fosse feita de santidade, como gostaria de seguir as mesmas virtudes que aquele(a) santo(a), ou Nossa Senhora, ou até mesmo Nosso Senhor praticou e viveu aqui na Terra. De nada adianta uma procissão que nos leva a caminhar simplesmente acompanhando uma imagem em um andor, (imagem que é apenas um símbolo), do verdadeiro santo(a) que está no Céu. Mas sem nos levar a uma profunda meditação, à oração em si e à prática das virtudes, que chamamos virtudes teologais : a fé, a esperança e a caridade. De nada adianta acompanhar uma procissão, simplesmente por achar bonito ou uma forma de encontrar amigos e conversar com as pessoas. A procissão é um momento de caminhada e de oração, deve ser feita com respeito, aproveitando ao máximo aquele momento especial que o momento oferece para a Oração, seja meditando seja acompanhando uma oração devocional.
  2. As Orações Marianas e a devoção aos Santos(as) - toda Oração que você faz direcioanada à intercessão de um santo(a) deve-se levar em conta que ela é voltada diretamente para Deus pela intercessão dos santos que acreditamos na intercessão secundária deles. Veja bem! - a intercessão dos santos é uma intercessão secundária, isto é recorremos a eles e eles intercedem por nós. A quem? A Jesus que é o único Mediador primário, pela graça da salvação. Porém esta intercessão secundária dos santos acontece em virtude dos méritos da salvação de Cristo e nunca por si próprios. Isto inclui também a devoção Mariana ou à Nossa Senhora. Uma devoção aos santos(as) implica que você procure a intercessão, mas procure viver de acordo com os valores do Evangelho, imitando-os no que for possível e se esforçando para viver uma vida de santidade como os mesmos frutos que eles viveram. Isto é, testemunho de vida cristã, renegando a tudo que nos afasta do amor de Deus, prática dos valores evangélicos, vida Eucarística e buscar enriquecer ainda mais a fé fazendo-a crescer sempre.  Isso inclui as novenas e trezenas que fazemos etc.  
  3. A Via Crucis ou Via Sacra - A Via Crucis é uma forma de Oração penitencial muito antiga, mais comum feita na Quaresma como exercício penitencial.  Mas pode ser feita em outras épocas do ano. Ela consiste em meditar sobre a paixão de Nosso Senhor. Consiste em rezar os 14 passos principais da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo, como fruto de meditar principalmente os mistérios da nossa Salvação e o amor de Deus por nós. Ela pode ser feita dentro da Igreja, nas ruas, em forma de caminhada, etc. Desde que o objetivo seja o mesmo rezar e meditar sobre a paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo. Algumas Vias Crucis são elaboradas pela Diocese e aplica também que meditemos quanto Jesus ainda padece e sofre crucificado na pessoa do mais excluído. É uma forma de meditar associar os sofrimentos de Cristo aos sofrimentos dos "Cristos" de hoje. Pois Jesus mesmo disse: "Todas as vezes que fizerdes alguma coisa a um desses *pequeninos, foi a mim que o fizeste!" - pequeninos não quer dizer apenas às crianças, mas ao pobre, ao mais humilde, ao sem direito, ao sem teto, ao sem salário, enfim aqueles que de alguma forma estão excluídos pela sociedade e precisam ser incluídos nela novamente com dignidade de filhos)as) de Deus. De nada adianta um exercício de piedade, ou uma caminhada penitencial se a mesma não nos leve a tomar atitudes concretas em favor dos nossos irmãos.  
A Oração está ligada à ação. São Paulo nos diz em sua carta que: "A fé sem obras é morta", isto é de nada adianta uma fé que não tem compromisso com a realidade. Precisamos descer de nosso "monte" e por os pés na realidade deste mundo. Quando a Oração é praticada os frutos dela são maiores para o nosso crescimento. Nossa fé é alimentada e nossa oração não foi em vão.
É como uma pessoa que ora, ora, ora para obter a graça da saúde mas não vai ao médico, não se trata, está acomodado no seu "mundinho", a doença vai se agravar, vai gerar um quadro de depressão e quando se vê, a pessoa morre. De que adiantou tanta oração? é preciso prática!
É muito comum ouvir certas pessoas dizerem: "Eu sou muito católico(a), eu rezo todos os dias na minha casa..." Ai quando se pergunta: -"mas você vai à Igreja, participa da Missa?" a resposta é outra. Ora, Jesus criou sua Igreja e instituiu os sacramentos não foi pra gente ficar em casa. A Oração particular é importante, mas nada se compara em celebrar a Eucaristia, estar na Casa de Deus juntos participando dela como Comunidade Cristã e batizados que somos.      
É como passar fome com o prato cheio de comida, mas não fazer esforço para levar a comida até a boca. A comida só tem valor se estiver no estômago.
Assim são as orações  e os exercícios de piedade se não tem prática não tem valor. 
Por isso os exercícios de piedade só tem valor se for associado a uma vida cristã de verdade, de compromisso com Jesus, com sua Igreja e com os irmãos. Do contrário de nada vale a Oração e os sacrifícios que fazemos.


Texto de: Elmando V. de Toledo  
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, em breve será respondido.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.