sábado, 18 de fevereiro de 2012

SACRAMENTOS E SACRAMENTAIS - qual a diferença?

Muito ouvimos falar dos sacramentos. Mas... o que são os Sacramentos e o que eles significam? - Sacramento, do Latim Sacramentum que significa: sinal (sagrado) visível da graça (que é invisível) de Deus. A Igreja destaca 07 Sacramentos, que foram instituídos por Jesus, são eles

1 - Batismo : Introduz o cristão no seio da Comunidade de Jesus (a Igreja). Passamos a pertencer ao povo de Deus, nos tornamos filhos de Deus dentro de uma comunidade de fé. Jesus mesmo mandou que batizasse em nome do Pai do Filho e do Espírito Santo (Mt 28, 19). O Batismo nos faz filhos de Deus e herdeiros do Céu
2 - Crisma ou Confirmação - porque fomos batizados quando crianças, nossos pais e padrinhos assumiram para nós a missão o compromisso de sermos cristãos, isto é, de seguir a Jesus, fazendo parte de seu povo, a Igreja. Na Confirmação ou Crisma, já adultos, confirmamos, assumindo nós mesmos este mesmo compromisso do Batismo de sermos discípulos de Jesus. Não encontramos referências deste sacramento na Bíblia mas ele está ligado ao Batismo um é complemento do outro. 
3 - Eucaristia: Este Sacramento tão especial, foi instituído por Jesus, onde ele se dá em alimento  seu Corpo e Sangue. Jesus o instituiu na véspera de sua paixão para ser alimento e remédio para nossa alma. "Isto é meu Corpo"..., "Isto é meu Sangue"... Mt26, 26-28
4 - Penitência ou Confissão - Jesus instituiu esse Sacramento para que nós, enquanto pecadores que somos possamos alcançar a misericórdia de Deus pela graça do perdão, através do arrependimento de nossos pecados. Nos dirigimos ao sacerdote que em nome de Cristo nos perdoa e nos devolve a graça da reconciliação com Deus. Confessar significa buscar viver a graça do perdão, perdoar e ser perdoado. Esse Sacramento permite que ao longo da vida busquemos sentir a graça do amor de Deus.  "Os pecados a quem perdoardes serão perdoados os que retiverdes serão retidos"... Jo20, 23 e Mt18, 19-20
5 - Unção dos Enfermos - Com a unção do Óleo, pela graça do Espírito Santo, através da oração do sacerdote, Jesus concede concede aos enfermos e moribundos a graça de restabelecerem e primeiro lugar a saúde, senão, uma morte santa. Mas... Unção dos Enfermos não é para ninguém morrer, mas é para que se restabeleça a saúde, portanto é direito do enfermo o sacramento da Unção enquanto estiver consciente. Tg 5, 13-16 - Este Sacramento também pode conceder ao enfermo a absolvição dos pecados. 
 Mas, se for da vontade de Deus e chegada a hora, que o cristão tenha uma boa e santa morte.    
6 - Ordem - Sacramento instituído por Jesus, ao qual designa seus eleitos para governar a Igreja, dirigir a Comunidade, celebrar o Santo Sacrifício e proclamar a Palavra de Deus. Ele mesmo criou sua Igreja, pôs nela o Espírito Santo, entregou a Pedro e os Apóstolos seu governo. O Sacramento da Ordem é dado aos Presbíteros (padres). Mt 16, 18-19 e Jo21, 15-17.    
7 - Matrimônio - Sacramento que une homem e mulher a fim de que pela graça de Deus se unam, formam uma família e eduquem seus filhos. Gên2, 24; Mc10, 1-11; 1Cor7, 3-7; Ef5, 21-33


OS SACRAMENTOS SÃO PONTES OU DEGRAUS QUE NOS FAZEM ALCANÇAR A SANTIDADE. SOMENTE A VERDADEIRA IGREJA DE CRISTO, A IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA, POSSUI OS SACRAMENTOS E O DIREITO DE ADMINISTRÁ-LOS, COM ELES E POR ELES CHEGAMOS A DEUS. ELES FORAM CRIADOS POR JESUS PARA NOS AJUDAR NA CAMINHADA PARA DEUS. 


Os sacramentais  objetos ou sinais  que foram criados pela igreja para indicar a presença da graça de Deus , aos quais são usados nos ritos sacramentais (na administração dos Sacramentos) ou nas bênçãos litúrgicas. Eles nos ajudam a vivenciar melhor os Sacramentos.


Por exemplo:


VELA - sinal de nossa fé fé que deve sempre se manter acesa como a chama da vela. Também simboliza Jesus Ressuscitado cujo fogo representa o Espírito Santo. Cristo disse: "Eu sou a Luz do mundo, quem me segue não andará nas trevas mas terá a luz da vida!" Jo8, 12  - assim, sendo discípulos de Cristo, devemos ser luz para o mundo. Jesus disse: "Vós sois a luz do mundo"... "Assim brilhe a vossa luz diante dos homens..." Mt5, 14.16


SAL - O sal dá sabor aos alimentos, assim deve ser a nossa vida sinal da presença de Deus no mundo. Jesus mesmo disse: Jesus disse: "Vós sois o sal da terra. Se o sal perde o seu sabor, com que lhe será restituído? para mais nada serve se não for para ser jogado fora e pisado pelos homens". Mt5,13


ÁGUA - Elemento essencial para a vida, nada pode existir sem a água. Ela representa o próprio Deus. A água enxarca, inunda, lava, tira as impurezas. Assim devemos ser sempre inundados pelo amor de Deus. Deus nos lava, nos purifica pela água do Batismo. Jesus disse: Jesus disse: "Em verdade, em verdade eu vos digo: quem não renascer da água e do Espírito não pode entrar no Reino de Deus" (Deus é esta água que nos lava e nos santifica pelo Espírito Santo) - O que nasceu da carne é carne , o que nasceu do Espírito é espírito." - é por isso que a água simboliza esta força de Deus que através do Espírito Santo nos lava a alma e nos dá uma vida nova, por isso a água representa a força de Deus que nos limpa e nos purifica.
- Jesus é a "Água Viva" que nos mata a sede e nos garante a fonte da vida eterna. Como disse à Samaritana: "Se  conhecêsseis o dom de Deus, e quem é que te diz, certamente pedirias tu mesma e ele te daria a água viva!" Jo4, 10
 
CINZA - Nos faz voltar as nossas origens (Lá no Livro do Gênesis) para lembrar que somos criaturas de Deus, fomos tirados do pó desta terra, e um dia voltaremos ao pó. Portanto nada somos sem a graça de Deus.  Gên1,7: 3,19 - Por isso ela é usada como sinal de penitência na Quarta-feira de Cinzas. Para nos lembrar que somos pecadores, frágeis, sem a graça de Deus, somos apenas pó.


PÃO - O pão simboliza a unidade da Igreja, bem como a própria Eucaristia. Um alimento tão antigo conhecido em todo mundo, nos remete a pensar na comunhão que devemos ter uns para com os outros, a sermos solidários. O pão é sinal das bênçãos que Deus nos dá por meio de seu Filho Jesus, cujo é o Pão da Vida. Jesus  disse: "Eu sou o pão da vida,  aquele que vem a mim não terá fome, aquele que crê em mim jamais terá sede.. Eu sou o Pão vivo que desceu do Céu quem comer deste pão viverá eternamente. E o pão que eu hei de dar, é minha carne e meu sangue, pela salvação do mundo... Esse é o pão que eu hei de dar. Não como o maná que vossos pais comeram e morreram. Quem come deste pão viverá eternamente!" Jo6,35.51.58 - O pão representa a unidade da Igreja, da Família em torno do Pão da Vida que é Jesus. At 2, 44


Os sacramentais podem sempre serem usados ou criados pela Igreja para fins que nos levam a melhor aproximação da graça de Deus, vivência e participação dos Sacramentos. Jesus Cristo mesmo, usou dos sacramentais, quando curou o um cego, usou saliva e terra e fez um barro que passou na vista do cego e mandou que o mesmo se lavasse na piscina de Siloé, onde ficou curado. Jo9, 6-12    


OS SACRAMENTAIS SÃO SÍMBOLOS QUE NOS PERMITE ENTENDER E VIVENCIAR MELHOR OS SACRAMENTOS EM NOSSA VIDA, AJUDAM A ENTENDER OS RITOS SACRAMENTAIS. AJUDAM E FORTALECEM, ENRRIQUECENDO A LITURGIA.  




SACRAMENTOS UNIVERSAIS

Texto de Ir. Gregório D. Bastos, obl.OSB
Revista Brasil Cristão/ ed. no. 176, 03/12-ano15



"Porque estais mortos e a vossa vida está escondida com Cristo, em Deus". São Paulo, grande conhecedor dos Sacramentos da Igreja, consegue de forma simples e objetiva, resumir a força e a vitalidade dos Sacamentos por meio desta Carta dos Colossenses. (Cl 3,3).


Esta afirmação, "Porque estais mortos", revela a dádiva da iniciação cristã, o Sacramento do Batismo, pelo qual morremos com Cristo para vida antiga, de erros e de pecado, somos introduzidos à Novas vida de Cristo,uma vida de fé. "Com efeito, o batismo é de maneira especial 'o Sacramento da fé', uma vez que é a entrada sacramental na vida de fé"(CIC 1236).


No entanto, a continuação da frase revela algo ainda mais lindo e grandioso: "e a vossa vida está escondida com Cristo, em Deus". Ou seja, embora no Batismo recebamos a vitalidade e os frutos do Espírito Santo, a totalidade de nossa vida está escondida no Cristo. Deus em sua infinita bondade e sabedoria,permitiu que nossa vida fosse escondida no Cristo,que é a cabeça da Igreja, detentora dos Sacramentos, a fim de nos guiar à plenitude do Evangelho, a Boa Notícia.


São Tomáz de Aquino aprofunda o ensinamento afirmando que a comunicação do Povo de Deus com seu Filho Jesus Cristo, se dá através dos Sacramentos: "O bem de Cristo é comunicado a todos os membros, e essa comunicação se faz através dos sacramentos da Igreja"
Essa afirmativa de São Tomáz de  Aquino é o reflexo do ensinamento de nosso Catecismo: " A palavra grega mysterion foi traduzida para o latim por dois termos: mysterium e sacramentum. O termo sacramentum exprime mais o sinal visível da realidade escondida da salvação, indicada pelo termo mysterium.
Neste sentido, Cristo mesmo é o mistério da salvação... Os sete Sacamentos são sinais e os instrumentos pelos quais o Espírito Santo difunde a graça de Cristo, que é a cabeça, na Igreja que é seu Corpo. A Igreja contém, portanto, e comunica a graça invisível que ela significa. É neste sentido analógico que ela é chamada de Sacramento". (CIC 774)  


Isso pontua a necessidade de vivermos bem, buscando a regularização e descoberta de nossa vida através dos Sacramentos. É um impulso a buscar a totalidade de nossas vidas, a exemplo de um pecador que sai mais leve de um confessionário, porque se livrou do fardo através do Sacramento e descobriu uma parte da sua vida que lhe faltava . Ou aquele jovem que vivia sem o Crisma... quando recebe aquele "tapinha" singelo do Sr. Bispo, o faz acordar para a vida, a sua vida de fé, até que então estava escondida no Cristo!     




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, em breve será respondido.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.