sexta-feira, 31 de outubro de 2014

HALLOWEEN UMA FESTA PAGÃ, DE CULTO AOS DEMÔNIOS

A festa do Halloween, é uma festa pagã de culto aos espíritos e aos demônios, trazida da Islândia para os Estados Unidos no ano de 1840. Esta festa também conhecida como o "dia  das bruxas", porque está aliada aos bruxos, os druidas que cultuavam suas divindades no mesmo dia.  O dia do Halloween tem haver com o término do verão no dia 31 de outubro. 
Segundo a crença celta, acreditavam que naquele dia os espíritos passariam a rodear a terra à procura de corpos vivos para possuir e usar pelo ano todo. Seria um tipo de "vida após a morte". 
Para não acontecer, os celtas ofereciam-lhes comida em troca de que eles os deixassem em paz. Essa festa ficou conhecida mais tarde como festa das gostosuras e travessuras.
Os jovens acendiam nas montanhas grandes fogueiras que eram o sinal para que as pessoas colocassem comida para os espíritos. Depois, os jovens apagavam a fogueira, se vestiam com peles e cabeças de animais. Se vestiam de demônios e passavam pelas casas, assustando os moradores, eles comiam as comidas que eram oferecidas aos demônios. E quando não encontravam comida, jogavam pedras, matavam os animais, e o gado. Para que eles pensassem que fossem os espíritos maus que causaram a morte e ficassem com mais medo ainda. Mas na verdade, eram eles, que de certa forma já estavam tomados pelos demônios que faziam isto.


Os gauleses, que eram os mais supersticiosos, foram os que mais absorveram esta abominação, pois eles também tinha a comemoração do dia das almas, onde, eles faziam um bolo comemorativo, chamado "bolo das almas"; e ofereciam-no aos espíritos malignos; só que quem comia eram os jovens e com isso eram tomados pelos demônios.


O Halloween, sempre foi e é uma  festa de culto aos demônios. O povo da Islândia celta no dia 31 de outubro celebrava uma festa pagã dedicada ao deus sol, por ser o final do verão. Eles celebravam o Halloween acreditando que assim agradavam  os espíritos demoníacos para e eles não apagassem o sol. Assim vestiam-se de esqueletos, peles de animais e ofereciam sacrifícios, de animais e de crianças aos demônios. 

A cabeça de moranga em forma de lanterna, com olhos nariz e boca; muito usada no Halloween, é uma tradição pagã vinda da Irlanda celta, onde a lenda dizia que: um lanterneiro grosseiro bebeu muito e o diabo veio levar sua alma. O lanterneiro então faz algumas falcatruas tentando enganar o diabo. Mas depois morre e não entra no céu. Vai para o inferno e também lá não foi aceito porque enganou o diabo e assim foi condenado a ir com sua lanterna guiar os espíritos.

A festa de Halloween está toda ligada à bruxaria. A bruxaria é um culto ao diabo, nos EUA é considerada uma religião; e por isso, lá o dia das bruxas é feriado. As bruxas e bruxos acreditam e adoram vários deuses. Aliás, as bruxas acreditam em uma deusa que segundo elas criou o mundo. 

No Halloween as pessoas decoram as janelas, portas e jardins com as cores: preto, laranja, verde e rosa. Fazem lanternas com morangas e oferecem doces aos espíritos. As seitas satânicas aproveitam esse dia para também oferecer sacrifícios com vítimas aos demônios, inclusive, o culto da magia negra, com sacrifícios de animais e humanos, e até mesmo criancinhas.

O Halloween pode de início parecer inofensivo, mas por detrás desta brincadeira está o culto aos demônios. Os EUA é o principal propagador desta abominação, que já começa a espalhar-se pelo Brasil e o mundo, contaminando muitos jovens, inclusive os católicos que muitas vezes se importam muito pouco com sua fé e sua religião.

Muitos acham isto bonito, mas o Halloween é um culto satânico. Onde acontece muitas formicações, dentre eles, o uso de drogas, sexo promíscuo, culto de feitiçarias, bruxaria, ocultismo, magia negra, várias mortes em sacrifícios oferecidos aos demônios. Os adeptos ao satanismo (principalmente os rokeiros) também neste dia costumam frequentar os cemitérios para oferecer culto aos demônios. 


Geralmente quem organiza estas festas já estão sob influência demoníaca, porque são satanistas, (cultuam os demônios) ou por acharem interessante, como no caso dos jovens, nem sabem, ou participam por curiosidade, ou por influência de outros e da mídia.

Os EUA, sendo uma grande "nação cristã", com um número expressivo de evangélicos, se deixou guiar pelo ateísmo e pelo culto satânico do Halloween. E agora já espalham pelo Brasil e o mundo as suas abominações. E não são poucos os católicos que estão indo no mesmo barco. Uma nação que deveria ser a maior a dar exemplo, por apresentar maior população de evangélicos de diversas denominações. No entanto nada fazem para acabar com esta abominação do Halloween. Mesmo sabendo que com isso estão atentando contra Nosso Senhor Jesus Cristo.

Para quem quer se ver livre desta abominação e seguir o que a Palavra de Deus nos ensina, e nos adverte, quanto a não buscarmos estas coisas vamos ler. ABRA SUA BÍBLIA:
(Lembre-se de adquirir e usar somente Bíblias católicas)

Deuteronômio 13, 6-8 - Deuteronômio 18, 9-13; 11, 1.13-28
1a. Carta de João 2, 22-25; 1a. Carta de João 3, 7-8.
Romanos 14, 20.
1a. Carta aos Coríntios:7, 12-14; 10, 14-17; 15, 33-34.
2a. Carta a Timóteo 3, 14-17.
Gálatas 5, 13.16-25
1a. Carta aos Tessalonicenses 5, 19-22.
1a. Carta de João 2, 12-17. 

A Sagrada Escritura nos dá diversos conselhos e em alguns casos até proibições expressivas; e nos ensina a sermos comprometidos em praticar somente as ciosas de Deus. Do Antigo Testamento ao Novo Testamento, Deus nos proíbe de se envolver com coisas que levam a pecar. Ele é radical em dizer: "Eu sou o Único Senhor, (Javé) e só a mim deveis servir e adorar". Outra passagem diz: "Adorarás somente ao Senhor teu Deus e somente a ele servirás!" Dt 6, 13 O primeiro Mandamento da Lei de Deus Diz: "Amarás o Senhor teu Deus, com toda tua alma, com todo teu entendimento, com todo seu coração e só a Ele servirás!"


Ao Contrário dos EUA, podemos ser uma nação diferente, realmente consagrada ao Senhor. Abandonar estas e outras coisas pecaminosas e agradar a Deus Nosso Senhor. Pois do contrário estamos desobedecendo a Deus. O maior pecado contra o Espírito Santo é: o cristão negar a existência de Deus, abandonar as leis do Senhor, rejeitar seu filho Jesus Cristo e viver uma vida longe da unção do Espírito Santo.  

Como este culto satânico está se alastrando pelo Brasil e o mundo, devemos começar a agir contra esta força maligna. A começar de você, deveis ensinar os filhos(as), parentes e amigos, que o Halloween, embora pareça uma festa inofensiva, na verdade é um culto satânico e por isso Deus não quer que participemos destas coisas.  Vários casos de mortes no Brasil, inclusive de adultos e crianças, já foram identificadas como vítimas de rituais satânicos relacionados à bruxaria, à feitiçaria e à magia negra. Não podemos deixar que esta cultura satânica se espalhe. Os catequistas, os evangelizadores, os padres e os cristãos de outras denominações devem tomar frente e ensinar aos jovens os perigos desta festa relacionada à seita satânica do Halloween. 


A Sagrada escritura nos ensina em Atos 19, 19  - que no início do Cristianismo alguns mágicos se converteram ao Senhor Jesus e abandonaram suas práticas para seguir a Palavra de Deus. É um exemplo e um pedido de Jesus para nós hoje. Deus quer que pratiquemos o que é bom aos seus olhos e que fujamos da prática do mal.


Em Atos 13, 4 -12 - Deus pune os que praticam a magia. Porque eles agem através de um espírito enganador. O bruxo, o mágico, os que se envolvem com adivinhações, os que se envolvem com o espiritismo, a cartomancia, os horóscopos e o ocultismo podem correr o risco de não entrarem no reino de Deus. 
Em 2Tm3, 14-17 nos diz: que o cristão tem que seguir e se deixar repreender pela Sagrada Escritura. Ser firme no que aprendeu dela pois ela é toda fonte de sabedoria divina.


Em Lev 19, 31 nos diz: "Não vos dirijais aos espíritas, nem aos adivinhos: não consulteis, para que não sejais contaminados por eles. Eu sou o Senhor teu Deus!"   - O ocultismo do Halloween acredita na comunicação com os espíritos.


Também em Lev 20, 6-7.27 nos diz o Senhor Deus: "Se alguém dirigir aos espíritas ou aos adivinhos para fornicar com eles, voltarei meu rosto contra ele e o cortarei do meio de seu povo. Santificai, e sede santos, porque eu sou o Senhor, vosso Deus. Qualquer homem ou mulher que evocar os espíritos ou fizer adivinhações, será morto, serão apedrejados e levarão a sua culpa".   
    
Em Atos 15, 28-29 nos diz: "Com efeito, pareceu bem ao Espírito Santo e a nós não impor outro peso além do seguinte e indispensável: que vos obstenhais das carnes sacrificadas aos ídolos, do sangue da carne sufocada e das impurezas. Destas coisas fareis bem vos guardar conscientemente."   E sabemos bem que as comidas do Halloween são sacrificadas aos espíritos.


No Antigo Testamento, a Lei em Êxodo; as bruxas e os bruxos deveriam serem mortos(as). Mas hoje, entendemos que Deus é misericordioso e elas pagarão no último dia pelos seus pecados.


Quanto a nós cristãos católicos, devemos estar longe destas coisas. Não podemos aceitar o Halloween como uma simples festa, porque não é!

De início, na Idade Média, quando a Igreja Católica transferiu a sede do Governo do Papa Roma, os povos que viviam na região, sobretudo os da Península Itálica cultuavam varios deuses e celebravam o Halloween em homenagem aos deuses. Incluse adoravam o deus sol, e também celebravam o dia dos espíritos ou das almas. Era celebrado em 31 de outubro. Esta festa era celebrada no sostício de verão para cultuar os espíritos que segundo a crença daqueles povos, a festa servia para agradar os espíritos maus, os demônios que podiam apagar o sol.. Tido também como dia das bruxas. A crença na existência dos demônios era comum entre os antigos povos do Oriente, mas, do Ocidente também (assim como sabemos que os *ameríndios) .... (*povos da América), também acreditavam nos demônios. 

A Sagrada Escritura nos revela que os judeus já acreditavam na existência dos demônios e realmente eles existem, tanto que, Jesus expulsou muitos demônios, (são espíritos maus), das pessoas, senão, eles, os espíritos malígnos, agiam diretamente na vida das pessoas 
ou exerciam influências sobre seus familiares; Jesus precisou intervir várias vezes como lemos no Novo Testamento, expulsou legiões inteiras de demônios, e até mesmo Jesus, certa ocasião  foi acusado de estar edemoniado por causa de seu forte ensinamento. (Jo10, 19-21). Pois o demônio influencia fortemente a pessoa a prática do mal ou age diretamente de forma a desviar a pessoa da salvação. Sendo inimigo de Deus ele lança primeiro a mentira, depois a discórdia, depois lança suas influências malígnas de forma a laçar as almas até que a pessoa se não liberta vem a se  perder definitivamente. Não só o Halloween é uma influência satânica como várias outras coisas. Assim como nós cristãos utilizamos a mídia, a propaganda a Imprensa para evangelizar e levar um conteúdo que ajude a pessoa a se voltar para Deus. O diabo através dos seus ramos satânicos e das pessoas adeptas ao satanismo usa dos mesmos métodos para fazer perder os cristãos. Nesse ramo não está somente os pobres, mas os ricos, donos de emissoras e até gente de alto poder aquisitivo que possui adesão ao satanismo. Tudo bem feito, bem preparado e organizado para que atraia o maior número de gente possível para servir direta ou indiretamente ao diabo, como é o caso do Halloween. As vezes você participa  destas coisas e nem sabe porque está envolvido neste tipo de coisa, e é assim mesmo, é assim com tudo que é do diabo como uso das drogas. Começa com uma simples dose até viciar a pessoa, logo, toda família está contamiada pelas drogas. Assim é a influência demoníaca ela começa com uma simples bricandeira mas os estragos são imensos como a condenação eterna por exemplo.    

Mas... voltemos ao assunto: O que a Igreja fez quando chegou à esses povos? 

Para tirar os nossos irmãos "catequizados"  dessa prática pagã Ela aproveitou da cultura desses povos para criar um dia santo, dedicado  a todos os Santos(as) e aos falecidos que, diferente do culto aos da evocação dos espíritos ou das almas, a data para ser celebrada é 1 e 2 de novembro fazendo memória aos santos(as) da Igreja canonizados ou não e também a todos cristãos falecidos. Substituiu a festa pagã do Halloween pelo dia de todos os santos e o dia de finados.

Jesus Cristo passou a tomar o lugar dos deuses pagãos e o povo voltasse para o verdadeiro culto a Deus. Rezar pelos mortos é costume muito antigo,  já acontecia entre os discípulos de Jesus, aos quais que se reuniam nas catacumbas de Jerusalém para rezar pelas almas dos cristãos, pois, no início do cristianismo a Igreja não tinha liberdade para expressar publicamente sua crença. Quando a Igreja Católica foi declarada a religião oficial do Império Romano na Idade Média, ela começou a organizar-se para se tornar a maior religião cristã do mundo, disciplinando o culto criando a liturgia da Missa e organizando o clero. Por isso ela agia de forma sábia na cultura dos povos de modo a aproveitar para inserir a catequese de forma mais rápida, já que muitos cristãos batizados não sabiam  ler nem escrever e com isso só entendiam através dos diferentes modos com que a Igreja utilizava para catequizar estes povos. Foi assim em todo mundo, inclusive na América Latina.

Mas, embora alguns dizem que isto é uma bobagem e que a Igreja não condena a celebração do Helloween, você pode ver que a Igreja tentou de início abolir esta prática pagã. Colocando no lugar o culto católico e a liturgia dos santos, pois, se ela batesse de frente com a crença daqueles povos, ela não conseguiria abolir de fez esta festa.
Hoje sabemos que a prática do halloween não serve para nós, primeiro porque não é prática cristã e depois não podemos cultuar os demônios e seus espíritos malígnos se cremos em Deus. Nós que dizemos que acreditamos em Deus e em Jesus, não podemos ao mesmo cultuar a Deus e servir ao diabo e suas obras. 
Foi para isso que Jesus deixou seus ensinamentos e a sua Igreja para nos instruir. Quem crê em Jesus mas participa de Holloweem está praticando heresia e voltando ao paganismo nega a doutrina cristã e as consequências (da alma) são irreversíveis para aquele que não pratica a palavra de Deus.  No mundo tudo pode ser feito, tudo é permitido fazer, somos livres de escolhas, porém, depois da morte a alma não tem escolha ou se está com Deus ou fora de Deus e o inferno é um abismo que a alma não pode transpor. 

A nossa alma é como uma planta que Jesus plantou em nós, está em nós para ser cuidada por nós, e deve ser santificada a cada dia. O que a alimenta, o adubo que  faz esta plantinha crescer é a palavra de Deus e a Eucaristia, a água que a faz crescer é a Fé,  e o sustentáculo da fé é a Igreja, e a sua força é o Espírito Santo. Nosso corpo é como um solo que pode ser fértil ou infértil (pedregoso) onde  nossa alma pode ou não receber os nutrientes da fé. Mas ele pode ser contaminado pelos falsos ensinamentos e pela falta de irrigação e de adubo , isto é, pode nos faltar a fé, o alimento necessrário que é a palavra de Deus. Pode nos faltar a Eucaristia. E essa terra precisa ser cultivada, revirada, arrancando as ervas daninhas, isto se faz através da busca da conversão, da boa confissão e da volta à prática do Evangelho. Porém, isto tudo tem que acontecer aqui e não depois. Depois não terá mais remédio. 
 Porém, quem colherá será Deus.

Se ela estiver boa e sadia, Deus a levará para si. Mas, se ela estiver murcha e podre (pelo pecado), Deus colherá e a jogará no fogo, pois, não servirá pra nada.  


(Cf. Mt13, 18-23 ; Mt13, 37-43)

O QUE ESTÁ FORA DA PALAVRA DE DEUS E DOS ENSINAMENTOS DA SANTA IGREJA É COMO JOIO (QUE O DIABO SEMEIA NO MEIO DOS CRISTÃOS) NÃO SERVE PRA NADA A NÃO SER PARA MATAR E DESTRUIR A NOSSA ALMA.  

Amigo(a) .... Por favor entendam isto:

Não se deixem contaminar com o Halloween, o que te parece um prazer momentâneo agrava muito a Deus nosso Senhor. Evite esta festa, ensine seus amigos, não se deixe enganar. Não podemos jamais como cristãos optar por estas coisas que ofendem a Deus Nosso Senhor. Pois estas coisas contaminam nossa alma, destrói a nossa fé e pode levar ao inferno. Deus é um Deus misericordioso, mas exige que sejamos fiéis a ele. Ele nos diz que devemos tê-lo como único Deus vivo, e serví-lo de todo coração. 


Por isso devemos observar suas leis e seus mandamentos. Isso exige de nós um amor e um respeito profundo para com a santidade de Deus, esta mesma santidade que nos faz seus filhos(as) muito amados. Se Deus nos pede que afastemos dessas coisas é porque ele sabe que isso nunca pode ser bom para nós. Não trará nenhuma recompensa, nem para esta vida, nem para a vida vindoura.    
   
     
                    



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, em breve será respondido.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.