sábado, 8 de outubro de 2011

OS SANTOS ANJOS DE DEUS - Eles são nossos amigos e protetores!


Ouvimos muito falar sobre os Coros dos Anjos, sobretudo por causa do misticismo religioso. Mas, dentro de nossa fé e dentro do que a Igreja ensina sobre a existência dos Santos Anjos.
Você sabe quem são eles? E porque eles existem?


Muita gente já ouviu falar a respeito dos Santos Anjos. E é verdade, eles existem. Nós não os vemos, mas eles estão aí por toda parte. Eles não são pessoas ... são espíritos... não assumem corpos... (embora, em alguns casos, podem representar-se sob forma humana), e portanto, não tem sexo. Não existe anjas, apenas anjos!

Deus os criou para que o servissem. Por isso, os Anjos são seres especiais, que O servem diretamente. Eles se manifestam nas várias situações em que Deus precisa. Por isso são servidores especiais de Deus; eles agem puramente ao comando de Deus e nunca ao nosso comando. A existência deles está fundamentada na Sagrada Escritura, que cita várias vezes a presença deles. 


A palavra anjo ou 'ânguelos' em grego, ou ainda, em latim, angelus, significa mensageiro, portadores de notícias. O nome anjo dá a ele não o que pode significar a pessoa, mas a sua missão. Quanto à natureza, eles são espíritos. Ou seja, é anjo por aquilo que eles fazem e são espíritos por aquilo que eles são. São seres dotados de vontade, inteligência, individualidade e liberdade.   
Mas, a principal função destes seres  é cantar e louvar a Deus.
Os Anjos são espíritos, por isso, não os vemos, eles existem em multidões que não podemos contar.
Não estão sujeitos ao tempo e ao espaço. Por isso não dependem da matéria para se manifestar. Eles também são comunicadores de graças especiais, pois traz para nós a graça e a proteção divina quando precisamos. 
Mas como entender a existência desses seres?
A principal maneira de entender é na Sagrada Escritura, onde várias vezes temos o testemunho das comunicações e das ações destes seres especiais em diversos momentos e situações.

a) Na criação do mundo e do homem lá estavam os anjos. (Gen 1, 26).
b) Quando Deus prova Abraão, o Anjo do Senhor intervém para que seu filho não seja sacrificado. (Gen22, 9-12.15); também aqui o Anjo lhe traz a promessa de Deus de fazer de Abraão uma nação santa para Ele.
c) Jacó, vê em sonho, os Anjos que o servia a Deus no céu. (Gen28, 10-13).
d) O Anjo Rafael se apresenta a Tobias (ou Tobit), para curar os olhos de seu pai e se manifesta como servidor do Trono e que estava cumprindo a missão de Deus. (Tob11, 7-8.14-18) - O nome Rafael significa: Deus Cura.
e) Em Sl33, 8; Sl90, 10-11;  - Os anjos de Deus são nossos guardiães e nos livra dos perigos.


f) No Novo Testamento, vemos a manifestação do Anjo Gabriel ao anunciar a encarnação de Jesus. Gabriel é mensageiro da paz. (Lc1, 26-28) em Lc2, 9-12 - Os anjos são anunciadores da Boa-Nova e cantam louvores a Deus alegraram-se pelo nascimento de Jesus.

g) Os anjos são cumpridores da justiça divina. (Mt24, 31-Mt25, 41)

h) Os anjos ajudam a Deus para que sejamos salvos. (Hb1, 14).
i) Quando estamos com Deus, quando agimos na caridade, nossa casa está hospedada pelos anjos de Deus que nos dão proteção. (Hb13,1-2).

j) Os anjos estão submissos a Cristo. (1Pd, 22)
k) O coro dos anjos louvam a Jesus Rei porque ele realizou a salvação da humanidade. "Ele é digno de receber toda honra e toda glória". (Ap5, 11-12)

l) Os anjos combatem a nosso favor, Miguel é o príncipe da milícia celeste e nos defende das forças do mal. (Ap12, 7-9).
m) Na Ressurreição de Jesus, são os anjos que deram às mulheres a notícia da ressurreição. Eles retiraram a pedra do túmulo onde Jesus tinha sido sepultado. E na Ascensão, Jesus sobe ao céu rodeado pelos anjos. E ao mesmo tempo, esses anjos anunciaram a segunda vinda de Jesus. Mt 28, 1-3.5-7; At1, 9-11.
n) Na caminhada do início da Igreja, após prenderem os Apóstolos,  Deus interviu e mandou que o Anjo os soltassem. At5, 17-19.
o) Também, no início do cristianismo, vemos o Anjo de Deus ajudando o Apóstolo Felipe, na conversão do ministro da rainha da Etiópia. At8, 26-40 - (vale apena ler). 


p) Também quando Jesus voltar (Parusia), Ele virá junto aos seus anjos para julgar os vivos e os mortos! - (Mt 25, 31.41) Separará os bons dos maus. Os maus ficarão no céu com Ele, e os santos anjos. Os maus serão levados para o inferno, para junto de satanás e de seus anjos maus.
Porque antes da Terra existir, os anjos foram divididos, quando Lúcifer ou anjo de luz, e seus anjos seguidores  revoltaram-se contra Deus e foram expulsos do céu, tornaram-se demônios (=satanás, diabo, belzebul) ou anjos maus, inimigos de Deus e fazem de tudo para atrapalhar os planos de Deus. Foi dessa forma que o pecado entrou no mundo. A palavra satanás, quer dizer anjo caído; perdido sua glória no Céu, Lúcifer, príncipe dos demônios tem grande ódio de Deus. Ele mora na terra, e Jesus no Céu.
(Cf. Gên 3, 1-19; Ap 12, 7-12;.17-18; Mt 13, 19.39-41) 
  

Também nas Aparições em Fátima-Portugal (1917), antecedendo a elas, um anjo apareceu aos videntes Lúcia, Francisco e Jacinta, e rezava com eles, várias vezes se prostrando ao chão adorando Jesus.     


Como vê vários são os exemplos da ação dos Santos Anjos. Eles agem em muitas situações em que Deus precisa intervir.
Ou nos trazem alguma comunicação de graças que Deus nos favorece.


Eles são seres puros, criados por Deus, são amigos de Deus. Quando Deus criou o mundo, ao criar o homem, lá estava os anjos. A Bíblia relata esta criação no plural, para dizer que não só a Trindade estava presente nesta obra mas toda corte celeste. "Façamos o homem a nossa imagem e semelhança!" - Gen1, 26. A palavra 'façamos' escrita no plural indica-nos que na criação do mundo, não só a Trindade estava presente mas também os Anjos de Deus.


Os Anjos seres incorpóreos, ou seja, não têm corpo material.


Se na Bíblia, algumas vezes, eles se mostram com aparência de um corpo humano, é porque para realizar a missão, eles precisam 'aparecer', precisavam serem vistos.


E como cumpriam a missão de Deus, eles precisavam serem vistos aos olhos humanos.



Os anjos por serem inteligentes, são capazes de compreender a soberania de Deus e que são criaturas divinas, criadas por amor e que devem adorar e servir a Deus, louvar  seu nome para sempre sem cessar, mas com submissão amorosa. Com sua inteligência são capazes de entender que sua grandeza e santidade foram dadas por Deus e também sabe que é nos servir e adorar que reside sua felicidade celestial. 


Os anjos são seres espirituais dotados de vontade própria. Sua vontade lhes dão a possibilidade de decisão em sua vida nos relacionamentos com Deus e nas missões dele recebidas.


Mas porque compreendem que Deus é o bem supremo e a fonte de sua felicidade celestial, os anjos tem sua vontade toda voltada para Deus. E jamais decidem algo que sejam contrário à vontade de Deus.


Os anjos possuem liberdade. Mas, a liberdade deles deve ser compreendida no seu verdadeiro significado. "livre é aquele que escolhe o bem, o verdadeiro, o justo e bom por sua própria iniciativa". Sabemos que Lúcifer e outros anjos abusaram da liberdade e foram condenados, quiseram ser deuses, e foram expulsos do Céu.
Os Santos Anjos sabem que a felicidade consiste em estar com Deus livremente e  "escolhem" servi-lo com amor.


Por isso, os anjos são "servidores" por excelência, são mensageiros de Deus, executores de sua palavra, e obedientes ao som da sua voz. Sl 103, 20.


Baseado nas citações sagradas, alguns estudiosos os dividem em 03 hierarquias.  Cada hierarquia é formada por 03 categorias, formando ao todo nove categorias ou ordem de espíritos angélicos.


A primeira é formada pelos espíritos Serafins, pelos Querubins e pelos Tronos. Esses se mantém junto ao trono de Deus,  o adoram, o contemplam e engrandecem o Senhor. Os Serafins são inflamados do amor de Deus.  Os Querubins portadores da Ciência divina. Os Tronos vivem da "fruição perpétua" da presença de Deus.


A segunda é formada pelos espíritos Dominações, pelos Virtudes e pelos Potências. Os dominações organizam, dão ordens aos outros espíritos. Os espíritos Virtudes, são executores: agem, cumprem. E os Potências exercem seu poder de remover obstáculos ao plano divino (são combatentes) e favorecem sua realização.


A terceira hierarquia é formada pelos Principados, chamados de Arcanjos e Anjos. Os Arcanjos exercem poderes em nome de Deus, para o reino de Deus em regiões maiores: países, estados. Os Arcanjos exercem domínios sobre cidades. Os Anjos exercem o cuidado de pessoas. (Cf. Legenda Áurea pg.813-824).


E bem verdade que os escritores  sacros divergem, não do nome das categorias, mas, das atribuições de serviço. Mas em verdade todos eles são criaturas de Deus e estão a seu serviço. Contribuem não só para a felicidade do Céu mas, para a nossa felicidade, quando recorremos a eles. Eles servem a vontade Deus, e não a vontade humana, mas podem servir de refúgio e abrigo na hora das tentações, do perigo, das provações e de quaisquer outra situação, basta que você peça. É!, basta pedir, eles são nossos verdadeiros amigos e não nos traem! Pelo contrário eles tem o poder de agir em nosso consciente para nos prevenir dos perigos, inclusive até de pecar. 


Jesus Cristo é o centro de todas as classes de anjos.  Lemos em Mt 25, 31: "quando o Filho do homem vier com todos os seus anjos..." Os anjos são de Jesus porque foram criados por Ele e para Ele. Lemos em Cl1, 16. "Pois foi nele que foram criadas todas as coisas, nos céus e na terra, visíveis e invisíveis: Tronos, Dominações, Potestades"; tudo foi criado por Ele e para Ele. 
Os anjos são de Jesus porque Ele os fez mensageiros de seu projeto de salvação. 
Em Hb1, 14: "por ventura não são eles todos espíritos servidores enviados a serviço dos que devem herdar a salvação?"
Desde a encarnação até a Ascensão de Jesus é cercada pela adoração e serviço dos Anjos. 
No nascimento de Jesus um coro celestial cantou o "glória a Deus nas alturas..." (Lc 2, 14) - Protegem a infância de Jesus avisando José para fugir da perseguição de Herodes. (Mt1, 20. 2, 13-19). Servem a Jesus no deserto, (Mc1, 12). O conforta na hora da Agonia, no Horto das Oliveiras, (Lc22, 43).



Cada um recebe desde a sua concepção um anjo pastor, esse anjo é o Anjo da Guarda. A quem devemos sempre recorrer. Eles receberam de Deus a missão de nos acompanhar por toda nossa vida, a fim de nos auxiliar no cumprimento da vontade de Deus, até o fim de nossos dias. Nos ajudam a vencer as opressões, que são feitas pelos anjos maus, e os afasta de nós. Ele nos dá inspirações, noções a fim de distinguir o certo e o errado, evitar o mal e fazer o bem.


Ele nos adverte, por meio da consciência, se estamos fazendo as escolhas certas. Também é nosso intercessor valioso diante de Deus, porque conhece as nossas limitações, nossas necessidades e intenções. É por meio dos anjos que nossas orações são levadas a Deus. Eles as apresentam com a fumaça do incenso, diz o Apocalipse. 
É muito importante que saibamos estabelecer laços de amizade com nosso anjo da guarda, acreditar na sua presença, sermos dóceis e obedientes às suas inspirações. E, por meio da Oração recorrer sempre a sua intercessão. LEMBRE-SE DE QUE:


1) Os anjos são espíritos criados por Deus em particular e não almas de  pessoas que morreram. São espíritos puros, mas com total obediência e servidão a Deus.
2) Temos que ter o cuidado para não pensar que os anjos são nossos "empregados", ou que estão a nossa disposição para fazer tudo aquilo que queremos à força ou guiados pela superstição ou pelo exoterismo.
3) Lembrar sempre que: os anjos cumprem em especial a vontade de Deus e nunca a nossa vontade. Mas eles podem nos ajudar, estão aí para isso, sempre que precisarmos algo de bom. São eles que apresentam nossas orações diante de Deus!
4) Os anjos apresentam diante de Deus as nossas Orações: louvores, súplicas e agradecimentos. 
5) Por determinação divina os anjos são nossos guardiães e estão ao nosso lado sempre.
6) Os anjos por estarem diretamente ligados à Deus, podem se quiserem manifestar-se em qualquer tempo  e espaço, assumir formas, mas nunca encarnar em um corpo.
7) Nunca podemos deixar de rezar e agradecer o amparo que eles sempre nos dão de forma silenciosa e tão amiga.
8) Os Anjos da Guarda depois de Jesus são nossos maiores amigos.   

QUANTO A QUEDA DOS ANJOS - TAMBÉM CHAMADOS DE DEMÔNIOS PE. PAULO RICARDO NOS ENSINA COMO ENTENDER À LUZ DA DOUTRINA DA IGREJA SOBRE ELES. VAMOS ASSISTIR ESTE VÍDEO:
 
video


Depois de ler e aprender biblicamente o correto sobre a existência dos anjos e o que eles representam, além do valor de sua existência, temos que nos libertar das correntes maléficas do ocultismo, isto é, de seitas e de pessoas supersticiosas que os colocam como deuses.
Quanto aos nomes próprios dos anjos, a Bíblia nos revelou apenas três: Miguel, Rafael e Gabriel.

Esses Anjos agiram e contribuíram com a História da Salvação. Os demais sabemos o nome das hierarquias, mas não seus nomes. Por que digo isto? porque é comum os ocultistas dizrem por aí vários nomes de anjos, isto é uma mentira! Todos esses nomes foram inventados, fantasiados, por essas seitas pagãs. A Bíblia nunca nos revelou a mais do que precisams saber. Bom seria se soubéssemos o  nome de nosso anjo da guarda, por exemplo, mas isso não nos foi revelado por Deus. 

No ocultismo, e no exoterismo, eles ensinam que há anjo pra tudo, isso não é verdade, agora sabemos que existe uma hierarquia, que os anjos também são submissos a Deus e nunca a nossa vontade e que a principal função deles é cumprir a vontade de Deus; eles não podem interferir em nada se não for por ordem expressa de Deus. E que anjo, não tem sexo, pois é espírito!  

Os ocultistas e os gnósticos pensam que eles são capazes de resolver tudo, não é verdade. É anjo pra lá, anjo pra cá, tudo ligado às superstições.

A devoção aos santos Anjos deve ser incentivada, mas, sobretudo, deve ser observado de que eles, assim como  todos nós, somos criaturas de Deus, e como tais, somos servos de Deus. Os Anjos não são deuses, não podem fazer por nós daquilo que não for da vontade de Deus.

Os Anjos, assim como os santos (as) podem sim, interceder por nós e se for da vontade de Deus podem nos ajudar. A única coisa que os anjos podem fazer sempre por nós por missão direta é a nossa guarda, isto é nossa proteção. Eles nos guarda e nos guia. Mas para isso temos que pedir, pois eles respeitam nossas decisões. Você tem costume de pedir proteção ao seu anjo da guarda? ... Você pede proteção para ti e sua família, amigos, etc? Pois é, é preciso, pois, mesmo eles tendo ordem de Deus para nos proteger, não vão agir se não quisermos.

Agora, as demais coisas, como: bênção e cura,etc. Eles nos trazem na medida em que Deus os autoriza fazê-los.            


Por isso, rezai comigo esta Oração:






SANTO ANJO DO SENHOR, MEU ZELOSO PROTETOR. SE A TI, DEUS TE CONFIOU A MISSÃO DE CUIDAR DE MIM. EU VOS PEÇO: DEFENDEI-ME EM TODAS AS MINHAS NECESSIDADES E NÃO PERMITAIS QUE EU SEJA ENVOLVIDO PELO PECADO. LIVRAI-ME DAS CILADAS DO INIMIGO. AGRADEÇO-VOS DE TODO CORAÇÃO A VOSSA INTERCESSÃO E VOSSA PROTEÇÃO.
AJUDAI-ME, MEU SANTO ANJO, A FAZER COM QUE EU POSSA AMAR, LOUVAR E SERVIR AO SENHOR DEUS, OBEDECER SEMPRE AS PALAVRAS DE JESUS E SER DÓCIL AO ESPÍRITO SANTO.
SANTOS ARCANJOS DE DEUS: MIGUEL, RAFAEL E GABRIEL, VINDE EM MEU AUXÍLIO!
GLÓRIA AO PAI, AO FILHO E AO ESPÍRITO SANTO. COMO ERA NO PRINCÍPIO AGORA E SEMPRE. AMÉM!             

  
    
  


           

   
               
                   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, em breve será respondido.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.