sábado, 10 de abril de 2010

IMAGENS E IDOLATRIA - VOCÊ PRECISA SABER



{texto de Cônego  Dr. Pedro carlos Cipolini e complemento de Elmando Valeriano de Toledo}

Muitos se perguntam e até acusam: "os católicos adoram imagens!"
A resposta é Não! - nunca as adoram, sempre as valorizam, as imagens valem como vale uma foto. Ela pode estar gasta mas retrata um ente querido. Os católicos não adoram imagens apenas as utilizam para lembrar alguém especial. Isso se chama VENERAÇÃO - e não ADORAÇÃO.
   
O sentido das imagens católicas está na linha da serpente de bronze que Deus mandou Moisés esculpir, (Num21, 8-9)segundo a explicação dada em Sabedoria 16,7 -  "...e quem se voltava para ela (o sinal de serpente), era salvo, não em virtude do que via, mas graças a Ti, ó Salvador de todos."

AS IMAGENS PERMITIDAS NA BÍBLIA

A Bíblia apresenta, muitas vezes, o mistério de Deus entre as imagens, e a primeira imagem que Deus criou foi a do próprio Deus que a fez ao criar o ser humano à sua imagem. (Gên1, 27; 2,7). O mesmo Deus manda Moisés fazer dois Querubins de ouro e colocá-los sobre a Arca da Aliança, (Êx25, 18-20).
Mandou Salomão enfeitar o Templo de Jerusalém com imagens de Querubins, palmas e flores, bois e leões. (1Rs6, 23-35 e 7, 29).

O NOVO TESTAMENTO - também apresenta o mistério de Deus através das imagens. Uma delas, a imagem de Jesus como Cordeiro dígno de receber força e louvor, (Ap5, 12). Quando no Batismo de Jesus o Espírito Santo é apresentado em forma de uma pomba, (Mt3, 16). E em Pentecostes apresenta-se em línguas de fogo.   

Jesus mesmo ensinava através de imagens: "...Eu sou o Bom Pastor..." (Jo10,14). Os primeiros cristãos representaram Jesus desenhando um Bom Pastor com a ovelha nos ombros.

Olhando estas imagens, eles não as adoravam um Pastor. Mas pensavam na ternura de Deus que, em Jesus, busca a ovelha perdida. Representar algo por imagem ou símbolo, era comum na Igreja desde os tempos primitivos, sobretudo em tempo de perseguição. Por muito tempo as pinturas dos santos e de cenas bíblicas nas igrejas foram o único livro que os cristãos mais simples tinham para ler e entender.

QUAIS AS IMAGENS PROIBIDAS NA BÍBLIA? (Êx20, 2-5; 34,14-17  e  Deut7, 5, Dt 5, 1-21)

Mas a Bíblia então não proíbe as imagens? - Sim, proíbe quando a finalidade é a idolatria, isto é, fazer com elas ocupem o lugar de Deus. Deus as proíbe porque uma imagem não é Deus, não tem poder, sobretudo quando as adoram como fizeram os hebreus no deserto, sem a permissão de Deus, eles fizeram um bezerro de ouro e o adoraram no lugar do Deus de Israel. Quando a finalidade da imagem é utilizá-la como um símbolo, uma lembrança e um retrato, que nos faz recordar a pessoa ou uma situação no tempo e na história, Deus as permite, como lemos anteriormente.
A proibição de Deus se refere aos deuses pagãos, (deus do sol, deus da lua, deus da fertilidade, deus do amor, etc), que eles cultuavam e adoravam antes de conhecerem o verdadeiro Deus "EU SOU" OU JAVÉ e se tornarem uma nação monoteísta, isto é crer e adorar um só Deus. Nada tem a ver com as imagens católicas que são usadas como lembrança. O culto aos santos, a Virgem Maria, aos Anjos é dado aos que expressamente estão no Céu. Na Igreja Triunfante. Não às imagens que são meros símbolos.  
Quem vê a imagem deve saber e ir além da imagem, entender que ela é um retrato, uma lembrança. Mas deve ir além, entender que um retrato serve apenas para nos recordar aquele, ou aquela pessoa muito especial, no caso, os santos e a virgem Maria. Não se pode ajoelhar "em adoração" diante de uma imagem. A única adoração permitida dentro da Igreja Católica é a Jesus "Sacramentado" ou a Eucaristia.


HOJE A IDOLATRIA TEM MUITAS FACES

Se outrora Deus proibia que adorassem as imagens de "falsos deuses", hoje há muitas imagens que estão sendo adoradas por crentes de diversas religiões:

O TER -  querer sempre mais, nunca estar satisfeito com o que tem e o que ganham, querer conseguir as coisas a todo custo.

O PODER -  forma de escravizar e ser escravizado, o poder atinge a cabeça dos homens fazendo com que ele se sinta ser como Deus. Causam a miséria e a fome de tantos em nome de um "bem maior" que não passa de ser uma idolatria de si mesmo.  

A RIQUEZA -  muitos adoram o dinheiro, esquecendo-se de tudo, de Deus, da família e dos amigos, se fechando em "seus cofres". a riqueza faz com que o indivíduo se acha superior aos outros, além de ser escravos dos próprios bens. Vive num mundo de ambição, de mediocridade e de fantasias.

AS DROGAS - essa ´"nova idolatria" que muitos a cultuam e a adoram, plantada por satanás, que destróem muitos lares e levam muitas almas para o inferno moral e social.

O SEXO -  a imagem do sexo hoje vinculada à mídia, como objeto de propaganda, a prostituição e a desvalorização do corpo, a violação da intimidade, e o sexo fora do casamento, também é uma idolatria.   

Mas parece que os nossos irmãos evangélicos só estão preocupados em criticar e atacar com veemência os católicos, simplesmente porque já aprenderam com seus pais, a interpretar o primeiro livro da vida, "a crítica a Igreja Católica". Esquecendo que não só dentro da Igreja Católica mas em outras denominações cristãs estão cheios de pecadores, ladrões, pedófilos, assassinos e idólatras.
Quer ver uma idolatria maior? - vender tudo que tem para dar à igreja!   
Quantos pastores por aí exploram os seus fiéis cobrando um dízimo absurdo,  explorando a boa fé dos humildes que vão atrás de  curas miraculosas, "e soluções milagreiras".  Há idolatria dentro da igreja deles maior que essa? ...  
          

(Na foto você vê o símbolo de Moisés, cravado sobre o Monte Nebo em Israel, local de seu falecimento, mostra    a serpente enroscada em torno de um enorme cajado; é uma imagem que representa e homenageia o profeta Moisés).

RESPOSTA AO COMENTÁRIO DE: ELOY JR. SOBRE OS DEZ MANDAMENTOS

Certamente o amigo não leu todo esse artigo todo mas explicarei:

Importante observar que a mesma serpente que em Gênese, teria sido "imagem de satanás", agora Deus tornou-a como um símbolo sagrado e mandou que Moisés fizesse uma  serpente de bronze e levantá-la em uma haste para que os mordidos pelas serpentes no deserto e a venerassem fossem curados, a serpente se tornou símbolo de cura. Teria Deus ficado maluco e cometido idolatria contra si mesmo?   


A SERPENTE LEVANTADA POR MOISÉS É IMAGEM REPRESENTATIVA  E PROFÉTICA DE JESUS CRISTO QUE SERIA LEVANTADO NA CRUZ, E POR ELE, POR SUAS CHAGAS TODOS SERIAM CURADOS DE SEUS PECADOS.
FOI JESUS MESMO QUE DISSE: "COMO MOISÉS LEVANTOU A SERPENTE NO DESERTO, EU SEREI LEVANTADO E  ATRAIREI TODOS A MIM!" JESUS NO POSTE CRUZ ATRAIRIA TODOS OS PECADORES. E POR ELE E E PELO SEU SACRIFÍCIO NA CRUZ SÃO CURADOS, ISTO É SALVOS.  


Quando o Senhor Javé mandou que se escrevesse o DECÁLOGO isto é os 10 Mandamentos, "EU SOU O SENHOR TEU DEUS QUE TE TIROU DA TERRA DO EGITO", isto é, lembrando ao povo que não recordasse a escravidão passada, tivesse amor ao seu nome, o servisse, o adorasse. "NÃO FARÁS ESCULTURAS..." ; conferir em Deuteronômio 7, 1-3; O POVO HEBREU, POVO ESCOLHIDO NÃO DEVERIA OLHAR PARA A ESCRAVIDÃO, NEM O QUE VIVEU NO EGITO, NEM AOS DEUSES EGÍPCIOS, NEM COISA ALGUMA QUE LHE FIZESSE COLOCAR NO LUGAR DE DEUS, POIS O POVO ESCRAVO QUE ERA, MUITOS, CULTUAVAM A RELIGIÃO DOS EGÍPCIOS E SEUS DEUSES FALSOS. A PARTIR DAQUELE MOMENTO DEUS TOMAVA A FRENTE E A DIREÇÃO DAQUELE POVO. DISSE JAVÉ: "EU SOU O SENHOR TEU DEUS, NÃO TERÁS OUTROS DEUS SENÃO A MIM, NÃO FARÁS PARA TI ESCULTURAS", DE DEUSES PAGÃOS QUE OS ESTRANGEIROS ADORAVAM, DEUS NÃO SÓ PROIBIU ISSO COMO PROIBIU TAMBÉM O CASAMENTO ENTRE ESTRANGEIROS. PORQUE UMA CULTURA INTERFERIRIA NA OUTRA.

O NOVO TESTAMENTO

MAS QUE FEZ JESUS CRISTO?, A IMAGEM DO PAI, FILHO DE DEUS, FOI LEVANTADO COMO A SERPENTE NO DESERTO EM UMA ÁRVORE, A ÁRVORE DA CRUZ, E NELA FOI DADA A REDENÇÃO DE TODOS,  INSTITUÍDO UM NOVO TESTAMENTO, (CRISTO É O SACERDOTE ETERNO DO PAI), E ESSES DEZ MANDAMENTOS FORAM RESUMIDOS EM DOIS, "AMAR A DEUS E AO PRÓXIMO". JESUS DEU-NOS ESTE MANDAMENTO. NÃO INTERESSA MAIS SE É IMPORTANTE FABRICAR IMAGEM É MENOS OU MAIS IMPORTANTE, O PRINCIPAL E IMPORTANTE É O AMOR, AMOR A DEUS E AO PRÓXIMO. SERVIR A DEUS É MUITO MAIS QUE LER UMA SIMPLES TRECHO DA BÍBLIA E SEGUIR UMA RELIGIÃO, É SABER AMAR. É RENUNCIA DE SI MESMO, É ABRAÇAR A CRUZ, É VIVER A  FÉ, A ESPERANÇA EM DEUS E A CARIDADE. O AMOR É MAIOR QUE TODAS AS LEIS E NÃO TEM PARTIDO OU CRENÇA RELIGIOSA. 


JESUS DISSE: "EU NÃO VIM ABOLIR A LEI DOS PROFETAS, MAS APERFEIÇOÁ-LAS!" ... "EU VOS DOU UM NOVO MANDAMENTO, QUE VOS AMEIS UNS AOS OUTROS ASSIM COMO EU VOS AMEI!" EM OUTRA PASSAGEM JESUS DISSE: "QUERO MISERICÓRDIA E NÃO SACRIFÍCIO". 


O QUE É MAIS IMPORTANTE A MISERICÓRDIA OU O AMOR A LEI CUMPRIDA SEM AMOR COMO FAZIAM OS FARISEUS?


Claro, entendendo Jesus, que viu que o seu povo, orava e jejuava para serem elogiados em públicos. Que queriam cumprir a Lei Moisés ao Pé da letra, mas discriminava os mais pobres. Que maltratava as crianças, que eram duros para perdoar, que condenavam sem julgamento, e fizeram do Templo de Deus um lugar de comércio, que punham seus interesses em primeiro lugar, que escravizavam as pessoas, que ajuntavam Leis e punham nas costas do povo, mas eles mesmos não cumpriam, que fazia faixas com trechos da Lei e colocavam em suas vestiduras mas não as observava no amor a Deus. Que amaldiçoavam mais que abençoavam. 
Jesus Cristo, resumiu os dez  Mandamentos em dois: AMAR A DEUS E AO PRÓXIMO, é  esse o Mandamento da Nova Aliança.  Leia Gl5, 14-15; "Toda Lei de Moisés, sem exceção foi resumida nessas duas, o Amora Deus e ao próximo"; e São Paulo, ainda diz que temos que ter cuidado para não nos devorarmos uns aos outros. Isso implica aos "crentes", porque enquanto eles ficam criticando e ridicularizando os católicos só pelo fato de eles possuírem suas imagens ou não, a coisa mais importante deixada por Jesus está sendo descumprida: "levar este amor de Deus às pessoas, fazer o bem e combater as injustiças!" é isso que Jesus Cristo quer, Ele não está interessado em quem faz ou deixa de fazer imagem mas, está, interessado no amor que você pode dar às pessoas.   

FILOSOFANDO...

Seria uma idolatria você tirar uma fotografia de seu amigo, parente, mãe, tio, esposo(a), etc. e colocá-la em um porta-retrato? Ou fazer uma escultura para enfeitar seu jardim? estaria descumprindo a Bíblia? Uma imagem, retrato ou ainda um símbolo, não representa nada além de uma lembrança, a imagem nos lembra a pessoa de quem importante foi para a sua vida pode ser tão significativa para uns e menos ou nada para outros que se foi... ou algum lugar do  passado. Isso até os homens das cavernas sabiam, porque só os crentes não sabem?
As imagens e símbolos religiosos, atribuída às diversas situações não contradiz nem ofende diretamente a Deus, sabendo-se que uma imagem é um símbolo apenas,  não, ouve, não fala, não cheira, não tem poder algum além de nos remeter a uma lembrança. Seria uma insensatez acusar os católicos de idolatria só porque veneram as imagens ou esculturas, mas esquecer-se que a maior idolatria hoje é o "dinheiro" que escraviza  e mata milhões de pessoas de fome e miséria. A Bíblia não foi escrita para ser tomada ao pé da letra, se fosse, não poderíamos adorar a Eucaristia que no Pão e no Vinho (espécies, imagens), Cristo se faz presente, mas continua ali, pão e vinho. Para entender as proibições no Antigo Testamento e o propósito de Deus para o seu povo, não é preciso ser mágico, basta entender que o povo hebreu antes de ser escolhido por Deus e tirado do Egito, era um povo nômade e politeista, isto é adoravam vários "deuses", e conseqüentemente como tal foi preciso ser reeducado para servir a Deus, mesmo assim fizeram um bezerro de ouro e lhe atribuiram condições divinas, isso sim é idolatria, por atribuir divindade a uma coisa, uma imagem, um ser. Pois a divindade do Próprio Deus.
A "Terra prometida" de que descreve o livro do Êxodo, não significa um pedaço de chão e sim o Céu que Adão perdeu com o pecado e que Cristo o "Novo Moisés" nos devolveu com seu Sangue. Canaã já existia antes, Deus os conduziu para lá, para que eles conquistassem aquele chão. Mas já existia. Quando se fala em "Terra Prometida" a bíblia não remete a um lugar terrestre mas ao Paraíso. A Bíblia conta a HISTÓRIA DA SALVAÇÃO, onde toda ela culmina em JESUS CRISTO, desde Abraão até João Batista que foi o último dos profetas. 
Os crentes OU EVANGÉLICOS por interpretarem a Bíblia ao pé da letra se tornaram tão fanáticos pela Bíblia quanto os mulçumanos pelo Alcorão. Tão fanáticos que se esquecem que o ponto central da vida cristã, não é o fundamentalismo religioso e sim,  JESUS. Cada um tem o seu modo de chegar a Deus; e Deus não se prende a uma Lei mas se entrega no Amor. JESUS SE ENTREGOU NA CRUZ!
POR ISSO JESUS ERA DURO COM OS FARISEUS, porque eles queriam cumprir a lei mas excluíam os outros. Tanto que mataram Jesus, porque não lhe aceitaram: "Veio para os seus e os seus não O acolheram!" Jo1, 11. 

NA HISTÓRIA:

O ato de fazer estátuas, pintar quadros também está ligado à cultura e a maneira de se comunicar, desde os povos primitivos, nas cavernas a milhões de anos eram pintadas figuras representado, a cultura, a caça, a pesca, etc.
E nas civilizações mais avançadas como os egípcios, os gregos, os fenícios, os orientais, haviam este costume a arte, a cultura e a religião. A Igreja usou disto tudo para torná-la mais rica e mais comunicativas, haja vista que desde o séc. I d.C até o final do sec. XIX, muitos não sabiam ler e escrever, coisas que só os nobres tinham o privilégio. A TV ESCOLA do Governo Federal, possui um Documentário sobre a Arte e a Comunicação dos povos antigos, vale à pena assistir.
Esta arte que é encontrada em várias Nações avançadas e que chegou até nós, inclusive a Música, Poesia, a Literatura e a Política. Se não fosse esses grandes homens até mesmo a Bíblia não existiria, já que ela foi escrita por mãos humanas.
Até mesmo os primeiros cristãos utilizaram da pintura para expressarem os primeiros sentimentos cristãos. Já no início do século.
  

PENSANDO...
Mas os Católicos não possuem imagens para adorá-las, pois sabemos que elas, não são mais do que mero símbolo, uma lembrança, que tratamos com carinho, respeito por se tratar de uma lembrança ou recordação de quem foi aquela pessoa para a Igreja. Não tem nada de idolatria, o ato de venerar= tratar com respeito, é o mesmo ato de venerar um retrato de nossos pais e parentes que já se foram, mas que sabemos que estão na Pátria Celeste. Ou ainda quando veneramos as imagens sagradas do nosso País, as Armas e a Bandeira da Federação e dos Estados e o Hino Nacional. Isso é idolatria? Não! Da mesma forma a Igreja recorda, veja bem, recorda, nas imagens a pessoa do Cristo e de seus santos e beatos. Isso não tem nada a ver com idolatria.

Deus não castigará ninguém, por venerar uma imagem. Sabendo-se que a imagem de Deus é o próprio homem. Seria você mesmo uma idolatria? Ou será como diz São Paulo: somos "Templos do Espírito Santo" você teria coragem de renegar a Deus que se fez imagem em você? - Vou mais além o Cristão de verdade deve diante do próximo se ajoelhar e adorar a Deus que mora dentro de cada batizado!

Mas o que vemos por aí? a idolatria do sexo, do poder, de matar em nome de Deus, e isso até na Bíblia se encontra. Quantas guerras foram atribuídas em nome de Deus? Se matava em nome de Deus. É! está na Bíblia, mas não passava de egoísmo humano e para justificar a opressão de uma nação mais forte contra outra mais fraca, isso até os Teólogos e Historiadores comprovaram. Quantos hoje matam em nome de Deus? - Quantos judeus morreram na 2a. grande guerra, por Hitler que julgava em nome de Deus e de uma raça superior que somente os alemães eram puros... Quantos ídolos hoje são colocados no lugar de Deus? Quanta gente se promovendo em nome de Deus? Será que é melhor pregar o amor ao mundo ou se preocupar com as imagens dos católicos? O que isso interessa pra Deus?
Quantas gente que serve ao dinheiro, adoram o dinheiro, cultuam o dinheiro. Mata por dinheiro...

Agora não é um simples texto, que vai fazer você compreender sobre idolatria, é o ESTUDO DA BÍBLIA POR COMPLETO, cultura, filosofia, história e teologia. É preciso entender bem, para não cair em contradição, pois a própria  Bíblia também é uma imagem, da "BOCA DE DEUS" MAS TAMBÉM DOS ENSINAMENTOS HUMANOS atendendo a uma catequese, como é o caso das CARTAS APOSTÓLICAS.

VOCÊ SABIA?
No século II d.C nas catacumbas dos primeiros cristãos, (porque naquela época os cristãos chamados de Nazarenos eram perseguidos pelos romanos e se reuniam nas catacumbas no subsolo de Jerusalém) foram pintadas imagens, e representações de cenas dos primeiros santos? Teriam os Apóstolos e os primeiros cristãos então sido idolatras?
Mas eles fizeram isto para recordar fatos religiosos e a pessoa que ali foi sepultada.


QUANDO O SACERDOTE ABENÇOA UMA IMAGEM, RETRATO OU OBJETOS DE DEVOÇÃO COMO A ÁGUA, O PÃO, A VELA, O SAL A ROUPA, ETC. ELE DIZ: "Senhor Deus não reprovais as esculturas e pinturas (e objetos de devoção), feitos para recordar a pessoa de vosso Filho e seus Santos. O batismo. Fazei com que esse nosso irmão ao venerar tais objetos, possam lembrar, da vossa misericórdia e salvação, (ALCANÇAR A CURA DAS DOENÇAS DO CORPO E DA ALMA,no caso da água, etc)  e pela recordação e Méritos de Cristo, possa imitar suas virtudes, por Cristo Nosso Senhor!" - A PARTIR DAÍ A IMAGEM EOS DEMAIS OBJETOS  SE TORNAM "OBJETOS SAGRADOS DE VENERAÇÃO ISTO É DE RECORDAÇÃO. E A BÊNÇÃO É DADA NÃO À MATÉRIA DO OBJETO, MAS À PESSOA.      

VEJA O QUE DIZ SÃO PAULO EM Gl 3, 1 "QUE NINGUÉM VOS CRITIQUE...O IMPORTANTE É CRISTO! (Col 2, 16-17)
Ó insensatos Gálatas, quem vos fascinou à vós, ante cujos olhos foi apresentada a imagem de Cristo Crucificado? Neste trecho Paulo se refere a Cristo Crucificado, naturalmente à sua imagem porque quando Paulo se converteu Cristo já tinha morrido, ressuscitado e subido ao Céu. São Paulo não conheceu Jesus fisicamente e sim Jesus Glorioso ou Ressuscitado. Paulo não viu Cristo ser crucificado, mas tinha idéia da Imagem deste "Jesus Crucificado". Toda catequese a respeito de Jesus foi transmitida a São Paulo por São Pedro e os demais Apóstolos.

Nós Cristãos Católicos, especialmente, seguimos o Novo Testamento, os ensinamentos de Jesus. Respeitamos e usamos o Antigo Testamento, não como NOSSA LEI, porque como cristãos que somos devemos seguir as Leis de Jesus Cristo. Por isso é que guardamos o domingo, em vez do Sábado, porque Jesus mesmo além de ressuscitar no domingo, (3o. dia da semana). Ele mesmo não considerou mais o sábado como como um dia a ser guardado, (Mt12, 7-8). Para nós que recebemos os ensinamentos de Cristo, (Mt 28a), devemos seguir a Cristo. Devemos estar ligados nEle pela Nova Aliança, não mais feita a Moisés, mas feita com todos nós batizados. Quanto ao Antigo Testamento ele deve ser para nós uma luz para entendermos melhor a Missão Salvífica de Cristo. Precisamos do Antigo Testamento, ler, meditar, mas devemos seguir unica e exclusivamente as Leis de Jesus Cristo que nos ensinou, "Ide por todo mundo, batizai em nome do Pai do Filho e do Espírito Santo, ENSINANDO A OBSERVAR TUDO QUANTO VOS ORDENEI!" Mt28, 1a. Jesus disse: "Não vim abolir a Lei dos profetas mas aperfeiçoá-las"; e criou sua lei, LEI DO AMOR, suprema, intocável, mas praticável. Quem ama cumpre todas as Leis. Jesus veio para salvar não para condenar ninguém pelas suas práticas religiosas, mas condena sim aqueles que não AMAM O PRÓXIMO.

Em nenhum dos evangelhos Jesus fala sobre idolatria. Jesus vem pregar o amor, falar sobre a misericórdia e o perdão, e anunciar um novo tempo de graça: "é chegada a Salvação a todos os povos" Lc4, 14-19. Mas ensina que toda forma de violência e escravidão, vem de um ídolo cruel e nocivo, o dinheiro e o poder. "Jesus disse vós valeis do que muitos pardais..."

Vamos ler em Mateus 19, 1-24; quando Jesus dialoga com o jovem rico, sobre a observância dos Mandamentos, veja entre os versículos 18-19; o que Jesus diz ao jovem quando ele pergunta quais os Mandamentos!?... é interessante que Jesus não cita todo o Decálogo, Ele começa do terceiro Mandamento, ele não cita quatro dos dez Mandamentos apenas citou seis, será por quê? ... mas e amar a Deus?, e pronunciar o nome de Deus em vão, e a idolatria?, e não cobiçar coisas alheias? ... porque Jesus não os citou? será que Ele  se esqueceu?!... VEJA QUE JESUS COBRA DO JOVEM RICO O DESAPEGO A RIQUEZA! .... o jovem não roubava, não matava, respeitava seus pais (...) "Tudo isto tenho observado deste a minha infância!" disse o jovem. MAS A RIQUEZA O IMPEDIA DE AMAR A DEUS, DE SERVIR O PRÓXIMO e com certeza também o fazia usar o nome de Deus em vão e COBIÇAR AS COISAS ALHEIAS. Por isso Jesus não disse, esperava a resposta do jovem, sabendo que aquele jovem idolatrava suas riquezas.

Porque não há idolatria maior do que o dinheiro, o ter, o poder. Mas veja o que Jesus pede ao jovem, (versículos 21-22). O que Jesus pede? ... que o jovem rico venda o que tem e dê aos pobres, que não seja egoísta. Ele era observava a Lei de Moisés, mas lhe faltava uma coisa, a caridade, o amor ao próximo, o acúmulo de riqueza o impedia de entrar no reino de Deus. Logo, Jesus se entristeceu porque ele preferiu adorar mais suas riquezas, o seu ter, o seu prestígio, do que ser solidário com que precisavam. E Jesus concluiu: "Mais fácil um camelo (corda grossa usada nas embarcações), passar no fundo de uma agulha, que um rico entrar no reino de Deus!" O dinheiro é um falso deus.
O dinheiro sim, é um ídolo, se mal usado,  corroe as estruturas, provoca, fome, violência e miséria. Impede as pessoas de amar a Deus, de amar ao próximo, faz com que as pessoas falem mal de Deus, e faz  as pessoas cobiçarem cada vez mais. Por isso é que Jesus não citou esses quatros Mandamentos, porque todos eles implicam no dinheiro, no poder econômico daqueles que têm demais e não repartem. E com isso pecam gravemente. Ofendendo o pobre o necessitado, ofendem diretamente a Deus.

Jesus não está interessado em quem faz imagem ou deixa de fazer, mas Ele se importa com o que você anda fazendo pelo teu irmão, se você o ama de verdade. Prove-me onde há um lugar nos evangelhos que Jesus proíbe  as pessoas de terem imagens. Há sim algumas restrições nas Cartas de Paulo, mas são normas não Leis. Todo Mandamento de Jesus está nos evangelhos, "EU VOS DOU UM NOVO MANDAMENTO QUE VOS AMEIS UNS AOS OUTROS ASSIM COM EU VOS AMEI"  Jo15, 9-13; ESSE É O MANDAMENTO DE JESUS PARA NÓS "O AMOR PARA COM TODOS!", o amor não tem sexo, cor, religião o amor é entrega como ELE SE ENTREGOU POR NÓS NA CRUZ.
Mas há uma proibição muito mais severa, "O pecado contra o Espírito Santo", isto é aqueles que querem ser superiores a Deus para dizer o que os outros fazem ou deixem de fazer.
A palavra de Deus meu irmão, não é imposta, mas é livre, ela deve libertar não escravizar.  Por isso Jesus disse: CUIDADO COM O FERMENTO DOS FARISEUS, ou seja cuidado com a doutrina errada que muitos aprenderam por aí e que não é da Verdadeira Igreja de Cristo, e sim de gente que quer encher seus templos e enriquecer seus "pastores".  Estão cheios de palavras bonitas, mas suas doutrinas são enganadoras.

Somente pode pregar a palavra de Deus QUEM TEM AUTORIDADE PARA ISSO, e não porque aprendeu decorar alguns capítulos da Bíblia. Tem que ter UNÇÃO. E só se pode falar de Deus se   EXERCER A CARIDADE E A ORAÇÃO. Pregar a Bíblia é fácil, difícil é enxergar o sentido e a proposta que ela oferece.
Deus através de Jesus nos livrou da "escravidão" a princípio do pecado, mas também de outras escravidões como a LEI dos fariseus, que um peso nas costas do povo. Jesus mesmo ficou irritado com os fariseus quando chamou atenção dos fariseus: "Sois como sepulcros caiados, querem ser bonitos por fora, aparentemente bonitos (em outras traduções, limpos por fora), mas o vosso interior (os pensamentos), estão cheios de podridão (isto é de maldade)". "Querem que os outros cumpram a Lei, mas vós mesmos não cumpris nada", "Sobrecarregais os homens com pesos, (Jesus falava das Leis), que eles o povo não podia cumprir), mas vós mesmos não moveis um dedo para carregar", (Jesus falava da dificuldade de se cumprir as Leis que eles punham sobre o povo).
Lc 12, 43-46.  Até hoje nós vemos muitas Leis civis e religiosas sendo feita e que na lógica, na prática do dia a dia não podem ser cumpridas. Isso pra Jesus é um "fardo muito pesado" que conseqüentemente irá causar a exclusão social e religiosa. De nada vale pra Deus, pois Deus quer que amemos uns aos outros.

São Paulo vem nos dizer que agora somos livres, Cristo libertou-nos e não devemos ficar amarrados na escravidão, (não mais sujeitos à Lei Antiga); Fomos chamados à liberdade, cada um pode pensar, agir e falar. Mas o que importa é a CARIDADE. Devemos optar pela prática da caridade, isto é do amor. São Paulo até chega a dizer que devemos ser escravos uns dos outros pelo amor. (Gl5, 1.13-14) (....) Sendo assim Jesus não está interessado nas imagens dos católicos, mas está interessado na Caridade, no amor que você pode praticar com seus irmãos. Seremos julgados pelas boas obras, isto é pela prática do amor.          

Está  mais do que claro que esse negócio de idolatria de imagens, etc. é mais uma disputa religiosa.
Veja bem, os crentes acusam os católicos de adorarem imagens, mas eles se esquecem de que a ceia que eles celebram, comendo  pão e o vinho nada mais é do que o símbolo do sacrifício de cristo na Cruz. Símbolo de Jesus, porque eles não têm o Sacramento da Ordem para celebrar a Eucaristia como nós temos. Mas deve ser respeitado, então neste sentido é uma idolatria, porque ali não está Jesus.
A Igreja Universal do Reino de Deus, cujo um pastor chutou a imagem da Virgem Maria, acusando a Igreja Católica de Idolatria, possui no seu forro central uma Grande Cruz. Ora! a Cruz é uma imagem, ela, símbolo dos cristãos e não representa Jesus Crucificado?            
Os testemunhas de Jeová não andam por aí distribuindo folhetos e revistas onde neles se encontram a ilustrações de pessoas e imagens até de Jesus, etc.?... Seria eles tão sérios, idólatras?
ENTÃO MEUS CAROS ESTÁ NA CARA QUE AS ACUSAÇÕES DOS CRENTES NÃO PASSAM DE UMA DISPUTA RELIGIOSA coisa sem fundamento de quem não tem o que fazer.
Cristão que é cristão não deve entrar nessa, mas deve estar preparados, para não dar créditos nessas inverdades infundadas.

O QUE A IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA RECOMENDA?

A Igreja recomenda que todo Católico esteja atento e seja praticante do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, que participemos dos Sacramentos, que sejamos fiéis ao cumprimento da palavra de Deus, que sejamos homens e mulheres de fé e de Oração, que participemos da Eucaristia, que sejamos atuantes na Igreja como membros vivos deste mesmo "Corpo cujo Ele é a cabeça".
A Igreja aceita a devoção popular como o adquirimento das imagens, não interfere na cultura popular de um povo se esta cultura não ferir o evangelho, não interfere no modo de expressar a fé do povo. Apenas orienta para uma prática espiritual pura.
O Católico é livre para recorrer ou não a intercessão dos santos. Isto não interfere em nada a Fé, pois o ponto central de tudo é Cristo.
Mas a Igreja oferece meios para que o cristão católico possa aprofundar e melhorar a sua fé.
Quanto às imagens, entendo que elas não ofendem em nada a fé que temos, a Igreja não as reprova, orientado que toda imagem é imagem de (...), o católico não deve nunca lhe atribuir milagres, ou lhes prestar adoração, sabendo-se que adoração é destinada somente a Deus: Pai, Filho e Espírito Santo, e a Eucaristia, que é Jesus Sacramentado Corpo, Sangue, Alma e Divindade.


O católico deve entender que a Imagem é uma recordação, uma lembrança, um símbolo que faz lembrar, aquele que viveu suas virtudes já na Terra e goza por méritos de Cristo sua salvação no Céu. 
A imagem, não vê, não fala, não come... mas ela é usada como símbolo, ou como um retrato. Por isso cada um pode ou não possuí-la. 
Quanto à Bíblia, ao fiel católico é proibida a sua interpretação, mas é permitida  a meditação; a interpretação da Bíblia somente pode ser feita por pessoas autorizadas pelos bispos para não correr o risco de uso de má interpretações e de fanatismos. 


Ao católico é dado o direito de escolher a melhor maneira de vivenciar sua fé desde que dentro das normas canônicas. Para isso, existe o CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA, que orienta o católico na prática da sua Fé.  
    
    
    



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, em breve será respondido.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.