quinta-feira, 26 de agosto de 2010

É PROIBIDO ENSINAR SOBRE JESUS CRISTO







O mundo caminha para um cataclisma onde muitos valores da vida humana estão sendo ingorados. O homem assim como no passado está cada vez mais se distanciando de Deus e da família e esquecendo suas origens. 
A vida humana não tem mais sentido, existe um vazio que o homem tenta completar dentro de si e por não ter opções e desconhecendo a própria verdade atrai para si toda espécie de sentimentos ruins que o fazem cada vez mais tomar uma distância de sua razão e do conhecimento das verdades divinas.
O que se vê hoje em dia são pessoas que cultuam a vilência, animados por um sentimento de vingança onde a vida não vale mais nada. Os filhos não respeitam os pais, os pais não respeitam os filhos, há uma decadência de valores éticos da família. 
Como se não bastasse, a primeira coisa que os jovens aprendem hoje não é mais o respeito dentro da família e sim a ler e escrever. Uma criança de hoje sabe mais do computador e da vida lá fora e já não tem conhecimento da própria família. Porque passa mais tempo lá fora do que dentro de casa. As escolas não ensinam mais, os professores são intimidados pela violência dentro da sala de aula. 

Há uma lei que se diz "Estatuto da Criança e do Adolecente" que ao invés de ser uma lei para proteger nossas crianças e adolecentes, permitem a impunidade e a agressividade entre eles e na família, impedindo os pais e os educadores de serem responsáveis diretos pela boa educação. Pune mais e corrige menos. Levando estes jovens a ter a certeza  de que não existe lei e limites para suas ações.

Por outro lado os pais preferem se omitir, e não falam de Deus às crianças. Muitos que se dizem cristãos ou que assumem ser católicos mas não ensinam seus filhos a catequese. Se antes os pais davam aos filhos um terço ou um livrinho sobre dos dez Mandamentos, logo que eles aprendiam a ler, hoje  quem tem condições finaceiras dão jogos eletrônicos, computadores e celulares. E os que podem menos, aprendem a roubar para terem as mesmas coisas. 

O mundo está cada vez mais secularizado, o nosso estado de direito está sendo cada vez mais violado. Somos violentados, amputados por uma lei onde não se pode mais falar da religião católica nas escolas  públicas, nem de Jesus, porque segundo a lei o estado é laico.

Mas nós devemos ter a consciência que a Constituição Federal foi feita sob as leis de Jesus Cristo e não sobre a Lei de Cristo. Mas por que isto acontece?, porque existem muitos cristãos que com essa idéia de laicidade, procuraram ignorar a fé que receberam da Igreja Cristo, se tornaram verdadeiros hereges sob interesses escusos. Pois,  falar sobre Jesus é uma coisa, mas viver o que Ele pediu pra que vivêssemos exige um comprometimento com a verdade muito grande. E qual é o político hoje que põe os princípios divinos à sua frente? ... poucos são os comprometidos com a verdade, a grande maioria são comprometidos com seus próprios bolsos... então para esses a Igreja e Jesus Cristo incomoda.


Enquanto negam a fé que receberam obrigam os demais a negá-la, as escolas e as repartições públicas , os educadores a não ensinarem sobre a religião Católica com o falso pretexto de que uma religião pode ferir os princípios da outra. 




Mas nada mais é que um meio de transformar nossas crianças e adolecentes em escravos do poder e  aliados da corrupção que assolam este país e o mundo. Pois a religião freia a consciência e pune os maus, principalmente os maus políticos e suas práticas de corrupção. E os fazem envergonhar diante da sociedade. Para não acontecer isso, preferem dizer que não se pode mais falar de Jesus Cristo e de sua Igreja nas escolas, a não ser é claro para difamá-la como se tem percebido. Prefere-se falar mais sobre sexo, do que ensinar a sexualidade dentro da moral e dos princípios cristãos. Prefere ampliar a difusão de uma sexualidade liberal e o uso exagerado de preservativos e anti-concepcionais, do que defender o sexo dentro do casamento. E o resultado é ao contrário, cada vez mais jovens  grávidas e pais adolecentes... sem rumo sem expectativa, sobrevivendo muitas vezes às custas dos seus avós e familiares ... ou através do vergonhoso bolsa escola que nada mais é do que "bolsa cria-vagabundos".   


Por isso é que estão proibindo os símbolos católicos nas escolas e até mesmo o uso dos Crucifixos  e das imagens católicas nas salas de aulas. E o que fazemos? nada!?- Onde está nosso compromisso com Jesus?... E você vai ficar aí parado? ainda somos a maioria dentro deste País! Temos que gritar, temos exercer nossos direitos, o Estado e a Justiça podem não ter religião, mas você  cristão católico é parte deste Estado e antes de ser um cidadão da Terra você é um cidadão do Céu. Jesus mesmo disse: "Aquele que a mim despreza, despreza aquele que me enviou!"
O professor de ensino religioso fica limitado apenas em falar de um "ser superior" de um Deus que está longe e descomprometido.


O mundo só estará livre da violência, se nós realmente desempenharmos o nosso papel de cristãos, de católicos que somos. A propósito, como você está vivendo sua fé e sua religião?


O contrário disso é a omissão de pais e educadores, a  violência dentro das famílias e nas sala de aula e na sociedade; as ameaças aos professores, bulimia, falta de coleguismo, desvios sexuais e até assassinato e tráfico de drogas.  Cada vez mais está surgindo um exército de jovens rebeldes, violentos e assassinos.
A Bíblia hoje não é colocada nas mãos das crianças e dos jovens, em vez disso o celular e o computador, alimentando cada vez mais a sede de consumo. E a catequese familiar hoje não é vivida; piora ainda mais a violência. Ora não podemos ficar de braços cruzados, é nosso dever fazer com que a escola tenha aulas destinadas não ao ensino religioso cristão. Por outro lado os crentes estão tomando conta. principalmente aqueles que estão contra à Santa Religião Católica, defendem a idéia de que ensinar e falar sobre Jesus e Nossa Senhora e os demais santos ferem a democracia do Estado pela laicidade. Não é bem assim, defendo que todo estabelecimento de ensino deve abrir espaço para "todas as religiões" mas defendo que num País onde a supremasia da Constituição Federal foi feita em cima dos princípios cristãos, não podemos estender o cobertor da vergonha de não defender a fé e a religião que temos.      

É preciso e importante saber ler e escrever, saber as ciências exatas, mas tudo isso não é mais importante do que a educação para com a moral e os bons costumes. Coisas que somente a religião pode fazer através da fé e  da educação dos pais. Eu pergunto que presente você dá ao seu filho primeiramente? uma Bíblia e ensina-o a usá-la ou um videogame ou um computador?   

Cristo, meus irmãos, está cada vez mais sendo tirado aos poucos, banido das escolas pelos nossos dirigentes e governantes e a culpa é nossa. A educação de nossos filhos deve começar na educação sob a Fé Católica esta que recebemos de nossos pais. devemos exigir dos nossos governantes este compromisso. Pois do contrário estaremos negando a Cristo. Quando seu filho se torna rebelde é fruto de uma consciência mal formada. A escola pode ensinar tudo, mas quem pode ensinar o que é reto diante de Deus e dos homens é a Fé, a Igreja. Foi para isso que ela foi inmstiuida por Jesus Cristo. Quem não passa pela religião e pela Lei de Deus, ainda que queira não cumprirá as leis humanas. Daí não adianta por a culpa ´só no governo e na educação escolar, mas e você, e susa casa?... Nela Deus é o seu Senhor? ... ou é o contrário? ... Como você está vivendo sua vida de cristão Católico batizado? 
Lembre-se de que: "Quem não respeita a Deus, quem não segue suas leis, dificilmente seguirá também as leis humanas!"

Se hoje se vê tanta violência, fome, guerras, desrespeito com a natureza, falta de ética moral e cívica, corrupção, pedofilia, estrupos, violência nas famílias,  e tantos crimes, é porque a religião deixou de existir no nosso País e no mundo. Não se falam de Jesus Cristo como se deve. Somos nós católicos, a maioria neste País que votamos, devemos começar a exigir de nossos governantes o compromisso e a volta, não de um ensino religioso, mas o ensino de nossa Religião. Para que se possa educar nossos jovens na fé.

Do contrário estaremos sendo omissos, descomprometidos com Jesus Cristo e sua verdadeira Igreja.  É claro que a escola não pode fazer catequese mas os professores de ensino religioso deve falar da Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo e quando necessário falar um pouco mais sobre nossa fé. Pois o que se vê hoje é um ensino religioso descomprometido, como se falar de Deus e de Cristo, fosse algo descomprometido e sem importância. Não podenos permitr que nosso país seja violado no mais divino, herança de nossos antepassados, que a Fé Cristã Católica principalmente.

Devemos também encaminhar nossos filhos à catequese para que eles aprendem a Doutrina Católica, mas devemos começar a ter o compromisso de ensinar-lhes desde pequenos a conhgecerem e a amarem a Deus e a Santa Religião. Os pais devem levar seus filhois desde criançinhas à Igreja, mostrar-lhe o significado das coisas. Falar sobre Jesus para eles de uma forma que eles possam se interessarem mais tarde a lerem sobre a doutrina e principalmente o gosto pela leitura de bons livros católicos inclusive a Bíblia.

É com essas, somentes com essas atitudes, que vamos começar a construir uma nova sociedade, longe de tanta violência. Jesus Cristo precisa ser vivido em nossos corações e anunciado.                 

Nenhum comentário: